Entre as passas de um cigarro

Tuesday, July 26, 2005

Amar a morte

Amar de peito aberto a morte.
Não de esguelha, de frente.

Amar a morte,
digamos,
despudoradamente.
Amá-la como se ama
uma bela mulhere inteligente.
Amá-la
diariamente
sabendo que por mais
que a amemos
ela se deitará
com uns e outros
indiferente.

Affonso Romano de Sant'Anna

2 Comments:

Post a Comment

<< Home

 

eXTReMe Tracker