Entre as passas de um cigarro

Wednesday, June 22, 2005

Crenças ilusórias.

Image hosted by Photobucket.com
Thinking - Foto-manipulação de Liva Rutmane
“Temos tendência em crer na verdade do que pensamos, na pertinência das nossas explicações e nas razões do que fazemos. Assim se manifesta uma característica estranha do nosso pensamento. Ao longo dos tempos, as mais estranhas crenças puderam ser matéria de fé para civilizações inteiras. A preocupação de encontrar explicações para os afectos e acontecimentos está presente desde a mais tenra idade e só desaparece com o último grau de demência. A cada instante, em todas as circunstâncias, temos crenças relativamente ao que fazemos. (…) A verdade das nossas crenças é, seguramente, uma das maiores ilusões humanas.”

Gibello, Bernarb in O pensamento incontido
– p.31, Psicológica 5; Climepsi Editores

2 Comments:

  • At 5:57 AM, Blogger Tiago Ferreira said…

    talvez por isto cada vez mais a minha crença é a de que o amor vale pelo amor... tão só, ou tão tanto.

     
  • At 12:27 PM, Anonymous Anonymous said…

    Olá...
    Bigada plo teu comentário no meu log,tmb adorei o teu!
    Fica bem***

     

Post a Comment

<< Home

 

eXTReMe Tracker